17/06/19

Viasat torna-se o primeiro cliente comercial a fazer um lançamento a bordo do Ariane 64 após modificação no contrato com a Arianespace para o ViaSat-3

PARIS, 17 de junho de 2019 – A Viasat Inc., (NASDAQ: VSAT), empresa global de comunicações, e a Arianespace, empresa global de lançamento de satélites, anunciaram hoje uma modificação em seu contrato original de lançamento do satélite ViaSat-3, assinado em 2016. Sob o novo acordo, as duas empresas concordam em mover o satélite ViaSat-3 do veículo de lançamento Ariane 5 ECA para o lançador Ariane 64 (A64), de última geração. Com este contrato, a Viasat será a primeira empresa a lançar satélites pelo lançador A64. 

É esperado que o lançador A64 mantenha a qualidade e confiabilidade do lançamento, mas com maior eficácia de missão, eficiência e flexibilidade. O veículo de lançamento A64 terá uma configuração modular baseada em estágios centrais alimentados por módulos de propulsor líquido inferior e superior, que é complementado por quatro motores de foguete alimentados por combustível sólido. A configuração da A64 também fornecerá desempenho adicional para entregar o satélite ViaSat-3 em uma órbita de transferência geoestacionária de alta energia, onde ele poderá iniciar operações em órbita mais rapidamente.

A Arianespace lançará o satélite ViaSat-3 a partir do Centro Espacial da Guiana em Kourou, o Porto Espacial europeu na Guiana Francesa.

A mudança para o lançador A64 complementa a estratégia de lançamento integrado da Viasat, que é projetada para trazer um lançamento pontual para todas os artefatos do ViaSat-3 por meio da diversidade de veículos de lançamento e uma abordagem integrada para o planejamento do lançamento. A Viasat anunciará as missões específicas para cada um dos veículos de lançamento contratados em uma data posterior.

Dave Ryan, presidente de Sistemas Espaciais da Viasat, comenta que a empresa tem “uma parceria de longa data com a Arianespace, e confiamos que seu lançador A64 permitirá que a Viasat atenda aos principais objetivos de negócios, que incluem trazer alta velocidade e conectividade de banda larga de alta qualidade para os usuários finais globalmente. O A64 é um veículo de lançamento altamente competitivo e incorpora recursos-chave para garantir um lançamento mais rentável e confiável do ViaSat-3.”

“Nós ficamos honrados que a Viasat tenha inicialmente escolhido a Arianespace para um de seus lançamentos ViaSat-3, e que agora evoluiu o seu programa, permitindo que sejam o primeiro cliente de lançamento comercial a se comprometer a usar o nosso potente lançador Ariane 64. Ao mudar para o veículo A64, estamos confiantes de que iremos demonstrar a adaptabilidade do mercado da próxima geração – uma que responda melhor às necessidades dos clientes”, diz Stéphane Israël, CEO da Arianespace.

Espera-se que a classe ViaSat-3 de satélites de banda Ka forneça capacidades sem precedentes em termos de velocidade de serviço e flexibilidade para uma plataforma de satélite. Os dois primeiros satélites se concentrarão nas Américas e na Europa, Oriente Médio e África (EMEA), respectivamente, com o terceiro satélite planejado para a região Ásia-Pacífico (APAC), completando a cobertura global de serviços da Viasat. Espera-se que cada satélite da classe ViaSat-3 entregue mais de 1 Terabit por segundo de capacidade de rede, e que alavanque altos níveis de flexibilidade para direcionar dinamicamente a capacidade para onde os clientes estão localizados.

Sobre a Viasat

A Viasat é uma empresa global de telecomunicações que acredita que todos no mundo podem estar conectados. Por mais de 30 anos, a Viasat ajudou a moldar como os consumidores, empresas, governos e militares em todo o mundo se comunicam. Atualmente, a empresa está desenvolvendo a mais moderna rede global de telecomunicações para fornecer conexões rápidas, seguras, acessíveis e de alta qualidade para impactar a vida das pessoas em qualquer lugar – no solo, no ar ou no mar. Para saber mais sobre a Viasat, visite: www.viasatdobrasil.com.br, acesse o blog corporativo da Viasat ou siga a empresa nas redes sociais em: Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter ou YouTube.

Sobre a Arianespace

A Arianespace utiliza o espaço para melhorar a vida na Terra, fornecendo serviços de lançamento para todos os tipos de satélites em todas as órbitas. Colocou em órbita mais de 600 satélites desde 1980, utilizando a sua família de três lançadores, Ariane, Soyuz e Vega, a partir de locais de lançamento na Guiana Francesa (América do Sul) e em Baikonur, no Cazaquistão. A Arianespace tem sede em Evry, nos arredores de Paris, e tem instalações técnicas no Centro Espacial da Guiana, o Porto Espacial Europeu na Guiana Francesa, além de escritórios locais em Washington, D.C., Tóquio e Singapura. A Arianespace é uma subsidiária do ArianeGroup, que detém 74% do seu capital social, sendo o restante detido por outros 15 acionistas da indústria europeia de lançadores.

Declarações prospectivas

Este press release contém declarações prospectivas que estão sujeitas aos portos seguros criados sob o Securities Act de 1933 e Securities Exchange Act de 1934. Declarações prospectivas incluem, entre outras, declarações sobre o relacionamento entre Viasat e Arianespace; a data de lançamento ou de entrada em órbita da constelação de satélites da classe ViaSat-3; desempenho, capacidades e benefícios previstos da plataforma de satélites da classe ViaSat-3, além de capacidade prevista, serviço, velocidades, cobertura, flexibilidade e outras características da constelação ViaSat-3. Os leitores são advertidos de que os resultados reais podem diferir materialmente daqueles expressos em qualquer declaração prospectiva. Os fatores que podem fazer com que os resultados reais sejam diferentes incluem: a capacidade de realizar os benefícios previstos da plataforma de satélite ViaSat-3, despesas inesperadas ou atrasos relacionados ao sistema de satélite, a capacidade de implementar com sucesso o plano de negócios da Viasat para serviços de banda larga via satélite no cronograma previsto da Viasat ou em qualquer outro, inclusive com relação à plataforma de satélite ViaSat-3; e riscos associados à construção, lançamento e operação da ViaSat-3 e outros satélites da Viasat, incluindo o efeito de qualquer anomalia, falha operacional ou degradação no desempenho do satélite. Para além disso, por favor consulte os fatores de risco contidos nos arquivos SEC da Viasat disponíveis em www.sec.gov, incluindo o Relatório Anual mais recente da Viasat no Formulário 10-K e os Relatórios Trimestrais no Formulário 10-Q. Os leitores são advertidos a não depositar confiança indevida em quaisquer declarações prospectivas, que se referem apenas à data em que são feitas. A Viasat não assume nenhuma obrigação de atualizar ou revisar quaisquer declarações prospectivas por qualquer motivo.

Back

Atrás